Pesquisar neste blog temas do seu interes

sábado, 14 de agosto de 2010

AMAZÕNIA AMEAÇADA

Para pensar
Este é o País que se curvou a Chavez, Evo Morales, Iran . . .
Este é o País que saber um segundo idioma é considerado desnecessário.
Este é o País dos " mensalões
Este é o país que é normal o governo confiscar mais de 5 meses do seu salário. 
Este é o País que tem Leis, mas que os Tribunais não as aplicam - Vide Ficha Limpa.
Este é o País sem memória.
Este é o meu País.


AMEAÇA DE PERDA DA AMAZÔNIA BRASILEIRA
Falamos aqui sobre o risco iminente de perda de grande parte da Amazônia Brasileira para os “donos do mundo”, em virtude do colaboracionismo e da conivência de grande parte das autoridades brasileiras incrustadas nos três poderes da República.
Vários foram os alertas, principalmente sobre as intenções do Conselho Indígena de Roraima (CIR) da criação de um estado independente, e da forma de como estão aceitando a enorme quantidade de ONG'S na amazônia, infiltradas de estrangeiros dando uma de assistentes sociais com passes livres para fazerem e desfazerem, que na realidade estão é induzindo os indígenas a lutarem por reservas cada vez maiores e até criando milícias com os mesmos. O poder do índio já é tão grande ao ponto de as autoridades se curvarem diante de muitos problemas causados pelos mesmos, com isso e com o apoio e infiltração de Ong's sabe-se lá onde vão chegar, já que são acobertados internacionalmente.
Causa dúvidas o silêncio da mídia amestrada, bem como a ausência de comentários dos candidatos à presidência da República sobre assunto de tal relevância para o país, em especial para as gerações futuras. Discutem futilidades em debates engessados, em paralelo a pesquisas viciadas, capazes de apontar os resultados desejados pelos que pagam a fatura, enquanto a problemática vital enfrentada pelo povo brasileiro é negligenciada.
Segundo um artigo de Marcos Coimbra
Nenhum dos quatro principais candidatos revela-se capaz de enfrentar os desafios exigidos pela sociedade brasileira. O despreparo da candidata Dilma é de estarrecer. Seria, no máximo, uma razoável candidata a vereadora de um município interiorano.
A outra candidata também apresenta uma fragilidade gritante, defensora de uma agenda ditada pelos interesses da Casa Real da Inglaterra, no relativo ao meio ambiente; mas que no mensalão ficou calada. O octogenário candidato do PSOL apresenta um ideário do século retrasado.
Sem dúvida, o mais bem preparado deles é o candidato Serra, porém ele também possui compromissos inaceitáveis para os brasileiros patriotas. Em momento algum, até o momento, apresentou um embrião de um Projeto Nacional de Desenvolvimento. Também não foi capaz de aprofundar o debate sobre questões vitais para o Brasil, ignoradas nos últimos debates.
Todos são incapazes de adotar uma postura firme de oposição aos descalabros perpetrados pela administração petista na esfera internacional, que constituem sérias ameaças ao Brasil, tais como: a concreta ameaça de perda da Integridade do Patrimônio Nacional (floresta, rios,....) e da Soberania, as notórias ligações perigosas com grupos terroristas e narco terroristas internacionais ligados ao Foro de São Paulo, a indefensável política externa de submissão aos interesses ideológicos "chavistas", a inacreditável "doação" de cerca de US$ 4 bilhões anuais a outros países, por razões discutíveis, os financiamentos feitos à companheira Bolívia, os milhões dodos ao Haiti, enquanto isso o povo brasileiro padece de falta de condições primárias de atendimento às necessidades coletivas e outras; principalmente ao homem da floresta.
Isto sem falar da herança ´´maldita´´ deixada pelo desgoverno no âmbito interno, no relativo à aceleração do processo de desagregação social, com sérias repercussões na Paz Social, ao estímulo à agressão ao instituto da propriedade privada, à caótica situação da infra-estrutura econômico-social, à corrupção desenfreada em todos os níveis da administração, ao "aparelhamento" político-partidário de dezenas de milhares de cargos de confiança nas administrações, às autoritárias iniciativas de caráter autoritário, tais como as leis do desarmamento do cidadão, a da palmada, de cerceamento da liberdade de imprensa, das COTAS para índios mulatos e negros, além de outras. E o que se vê são cadeias cada vez mais cheias de pobres e cidadãos vivendo aprisionados em suas casas sem a segurança de andarem pelas ruas, praças, festas.
Da falta de investimento em saneamento, dos problemas que serão repassados para a futura administração, abrangendo compromissos da ordem de dezenas de bilhões de reais de restos a pagar, do Bolsa Milionários, da ridícula situação da educação nacional, com mais ou menos 40% da população ou analfabeta ou em estado de analfabetismo funcional, e, o pior, a implantação da cultura do assistencialismo e do clientelismo.
Até que limite o tecido social suportará tal esgarçamento, sem trágicas consequências? Urge que a sociedade brasileira reaja a altura do antagonismo existente, objetivando vencê-lo para a tranquilidade da Nação. Já está passando do ponto o momento da ação reparadora e tranquilizadora.   portela@contilnet.com.br

Ads by Revenue Hits