Pesquisar neste blog temas do seu interes

sábado, 30 de novembro de 2013

SOBRE O ORÇAMENTO – VETO E PROMULGAÇÃO


A aprovação de várias Emendas Parlamentares à Lei de Diretrizes Orçamentária e ao Orçamento municipal de Epitaciolândia para 2014 poderá ser um problema, se encarada e tratada como problema pelo prefeito André Hassem (PSDB) e sua coordenação política, ou poderá, contrariamente, ser um começo de solução para as dificuldades administrativas e de relacionamento entre a Prefeitura e a Câmara, se encarada como uma oportunidade de valorizar a colaboração principalmente do vereador Portela.
Uma avalanche de emendas já era esperada, desde que o Vereador Portela foi eleito, agindo com bom senso e correção o vereador tem pautado pela melhora administrativa visando um melhor desenvolvimento municipal.
A Prefeitura mandou para a Câmara o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, a Câmara apresentou várias Emendas e devolveu para o Prefeito sancionar ou vetar em partes. Depois foi mando o Orçamento para a Câmara, que depois de análise pelos vereadores, foi dado conta que a LDO com as emendas não teriam retornado à Câmara como Lei.
A LDO serve de base para o Orçamento, com isso a validade foi perdida e a Câmara terá que Promulgar a LDO com as alterações das emendas propostas pelos vereadores, Não cabendo mais à Prefeitura, conforme o artigo 62 de nossa Lei Orgânica e art. 66 da Constituição Federal, só então o Orçamento para 2014 com as alterações será devolvido à Prefeitura para a Sanção ou veto de emendas apresentadas pelos Vereadores. Obs. e o mesmo terá também 15 dias úteis para a sanção, se não a Câmara o Promulgará com as alterações-Emendas. Diz Vereador Portela.

PREFEITO NA MIRA DOS VEREADORES

Andre Hassem na mira dos vereadores, a ausência tem sido constantes, denunciam vereadores
Sábado, 16 Novembro 2013 15:16 Escrito Por Helizardo Guerra, Redação De Frente Com A Notícia 

O vereador Carlos Portela (PPS) no uso da tribuna ressaltou que vem sendo abordado por munícipes de Epitaciolândia para dar explicações sobre a ausência do Prefeito André Hassem. Quais os motivos o levam a ausentar-se do município sem explicações, haja visto que é um homem público, será que vamos fazer suposições para as saidinhas do prefeito. De acordo com o regimento interno do município na ausência do prefeito o vice assume, e agora quem fica? Há sintonia entre executivo e legislativo? Para onde o prefeito tem ido, quanto ele recebe de diárias, pois quem as pagas, bem como o salário é o povo, e o mesmo precisa ter respostas a essas perguntas básicas.
O vereador Portela lamentou a falta de transparência do prefeito Andre Hassem na sua administração com o povo.

O vereador Carlos Portela questionou ainda a relação entre os poderes executivo e legislativo, não é boa. Tudo podia ser resolvido caso o prefeito tivesse respeito pelos vereadores que foram eleitos pelo povo para fiscalizar. Segundo o vereador o difícil não é ser eleito, mas sim trabalhar fiscalizando o que realmente está acontecendo, e o que é o mais importante denunciar os desmandos dessa adestração, pois no caso das denuncias, somos acusados de perseguição. Como fiscalizar sem colocar a tona o que não está sendo feito? Isso e imoral desabafou o vereador Carlos Portela.
O município fica sem vice para responder na ausência do titular e com isso a sociedade fica sem explicação, faz o que bem quer deixando todos nós preocupados com o andamento do município, segundo o vereador Portela, são questionados dois motivos: cadê o dinheiro que vem para a secretaria municipal de saúde? que é disponibilizado para a compra de remédios e nem aparece os remédios e nem o dinheiro e o povo vem nos cobrar, e com todo direito, hoje o município vive uma triste estatística esperamos que não fique pior. Um outro ponto de grande preocupação são as reformas dos prédios que são feitos, que nem chegou o inverno forte e as paredes estão caindo, as empresas que fizeram o serviço péssimo, vão embora deixando os cidadãos prejudicados.

O vereador Carlos Portela finaliza querendo também respostas de o porquê da URPA não funcionar como deveria. Estamos cansados de sermos desrespeitados e sendo enganados junto com o povo.

Atividades do Parlamento


Vereador Portela recebeu da Prefeitura a resposta de Pedidos de Informação sobre a Construção da UPA e da MATERNIDADE, nela consta que o Prefeito definiu o local para ambas, a cabeceira da antiga pista do Aeroporto. Eu, Vereador Portela, tenho me postado contra essa atitude, haja vista que a prefeitura tem como providenciar outros locais; "A pista do antigo aeroporto é uma área nobre e futurista, ela deve ser preservada para o uso de esportes, swous, Eventos Culturais, Evangélicos, artísticos, Feiras, Carnavais, etc. Essa área nobre em pouco tempo se tornará referência no Vale do Acre. Ajude-me a tentar impedir qualquer outro tipo de construção que não seja uma Concha Acústica".
******************************************* 

OS VEREADORES DE EPITACIOLÂNDIA através da Câmara, mandaram expediente para o Governador TIÂO VIANA e para o DERACRE na pessoa do Diretor Ocirodoto Oliveira, solicitando benfeitoria no assoalho da Ponte José Augusto, que liga Epitaciolândia a Brasiléia; pois o mesmo já está novamente necessitando de reparos e voltando a causar acidentes.
********************************************* 
Muito trabalho Legislativo este final de ano, estamos analisando item por item do Orçamento para 2014, e fazendo algumas alterações necessárias para o bom desempenho do Legislativo e consequentemente da prefeitura. Algumas mudanças duras, mais necessárias.
********************************************** 

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

FINADOS, O NASCER PARA O ALÉM...


“Em toda morte, deve haver uma nova vida. Esta é a esperança do ser humano que crer em Deus.” Triste é ver gente morrendo por antecipação... De desgosto, de tristeza, de solidão, pessoas fumando, se embriagando, usando drogas, acabando com a vida; gente que vai morrendo um pouco a cada dia que passa, sem partir. E a lembrança de nossos mortos, despertando em nós o desejo de abraçá-los outra vez. Essa vontade de rasgar o infinito para descobri-los. De retroceder no tempo e segurar a vida:
 A ausência, porque não há formas para se tocar;
 A presença, porque se pode sentir.
É uma saudade do tamanho do infinito, machucando nosso coração, daqueles que viveram entre nós, que encheram de sorrisos e de paz a nossa vida. Que foram para o além deixando este vazio inconsolável. Que a gente, às vezes, disfarça para tentar esquecer. Deles guardamos até os mais simples gestos. Deles sentimos, quando estamos concentrados, o ruído de seus passos e o som de suas vozes. Ai vem uma vontade de rever novamente aquele rosto, e um arrependimento de não ter dado maiores alegrias, de não ter mostrado todo o amor para com eles. Surge então um soluço que morre na garganta.
 Meu Deus! Que ausência tão cheia de presença! Que morte tão cheia de esperança e de vida!
“Saudades de: Socorro Viturino, Paulo da Selma, Sérgio Caninha, Robertinho, Pedro Arueira, Preto Ribeiro, Dona Ica, Maria Flores, Cleto Portela, e tantas outras pessoas, que vieram a este mundo mostrar a paz com suas atitudes inesquecíveis. Para nós o dia de finados nos serve para boas recordações de vocês”.
      Carlos Portela Eduino, escrevi isso a alguns anos.

Ads by Revenue Hits