Pesquisar neste blog temas do seu interes

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

VEREADOR DE EPITACIOLÂNDIA PEDE PROVIDÊNCIA CONTRA MOTOTAXISTAS QUE VENDEM CONCESSÕES.




VEREADOR DE EPITACIOLÂNDIA PEDE PROVIDÊNCIA CONTRA MOTOTAXISTAS QUE VENDEM CONCESSÕES.

Epitaciolândia foi a terceira cidade no país a apresentar a lei do serviço de mototaxi.

Imagem ilustrativa
Na manhã dessa quinta-feira 21, em pela  sessão ordinária de Epitaciolândia, o Vereador Portela (PPS) entrou com um pedido de providência  junto à prefeitura para que seja acompanhado de perto o caso de venda de concessão (permissão) do serviço de mototaxi perante a categoria.
Portela é autor da Lei que regula o serviço de Moto Taxista no município, apresentando o referido projeto no período de 2000 a 2004, quando era vereador na época. segundo consta no projeto, as placas, ( concessões ) são patrimônio da prefeitura, e portanto o moto Taxista ao receber a concessão, assina um termo se responsabilizando em não vender, trocar, alugar, etc.

Porém, circula em Epitaciolândia que  as ditas  placas são vendidas, trocadas, alugadas, e não há nenhum controle nem pelo sindicato da classe nem tão pouco pelo poder público que se finge de cego.
Hoje uma placa de moto-taxi, está custando em média R$ 45.000,00. Qualquer um que tiver esse dinheiro é só pagar e cair na praça a fazer corrida sem a anuência da prefeitura, e sem a seleção e fiscalização devida. Portela ficou dois mandatos fora da Câmara e agora voltou a ser vereador e está cobrando que o patrimônio público não pode ser vendido e nem negociado por terceiros. O vereador ressalta ainda que quem recebeu a concessão poderá ser indiciado por ter assinado um termo de compromisso e depois ter negociado um patrimônio Público.
Existe uma fila de espera de  pessoas já qualificadas pela prefeitura no aguardo de uma concessão, mas ainda não há data para acontecer o processo seletivo desta, e  que, não são os motos taxistas que  já estão na praça, que tem o poder de  decidir quem vai ser Moto taxista.
Outro fator que também merece destaque e alerta da população, é que o Portela sempre bateu de frente com atitudes politiqueiras por parte de executivo, foi assim na época em que exerceu o papel de vereador quando o prefeito da cidade era Tião Flores (seu cunhado), e nem por isso compactuou com erros.
Na atual gestão , mesmo tendo sido eleito pela coligação de André Hassem, Portela tem se posicionado da  forma que entende ser a função de um parlamentar e teve que enfrentar a  resistência daqueles que acham que o poder público é para satisfazer interesses individuais, pregando pelos quatro cantos do município que as coisas não são feitas por que o Portela não deixa.
sentineladafronteira


Ads by Revenue Hits