Pesquisar neste blog temas do seu interes

sábado, 8 de junho de 2013

QUANTOS HAITIANOS AINDA ESTÃO POR VIR


QUANTOS HAITIANOS AINDA ESTÃO POR VIR






Até quando temos que presenciar esta situação, que há vários meses entram em média mil haitianos mês em nossos municípios da fronteira acreana do alto acre, menos mal que o processo de legalização dos mesmo está sendo rápido, mesmo assim a população dos municípios de Brasiléia e de Epitaciolândia é quem está “pagando o pato”. O funcionário que precisa ir ao Banco do Brasil, tem que muitas das vezes perder meio dia de trabalho, o Agricultor que tem que pagar o seu financiamento, tem que perder o dia de trabalho; pois a fila de haitianos é enorme. Correios, Receita Federal, posto de saúde e Polícia Federal, a mesma coisa; além de termos que convivermos com a presença de povos estranhos à nossa cultura de uma cidadezinha pacata e humilde.
Ouve-se falar que a culpa são dos COIOTES, mais coiotes são os seres humanos que tentam tirar proveitos financeiros de seus semelhantes em desesperos.

No território peruano existe a figura do coiote, mas que ele só existe porque estão proporcionando a vinda dos mesmos para o Brasil.
Aqui na fronteira não pode acumular grandes quantidades de haitianos, é chegando e logo sendo atendidos preferencialmente, mesmo assim no abrigo a média é acima de 500 haitianos que contam com uma estrutura de permanência e alimentação diária; coisas que muitos brasileiros de nossa fronteira não tem.
PORQUE TUDO ISSO
Os interesses estrangeiros são representados sobretudo pelo USA, que e exigiu a adequação do Haiti ao seu receituário imperialista, subordinado aos organismos dos banqueiros internacionais. O objetivo era garantir o controle de um país estrategicamente situado entre Cuba e Venezuela. Além disso, é interessante para o governo estadunidense a criação de mais um pólo de indústrias.
Além do imperialismo ianque, o Brasil representado por uma esquerda aos USA, também apresenta interesses. Empresas brasileiras estão se aproveitando da situação miserável a que vem sendo submetido o povo haitiano. A Construtora OAS, uma das maiores e dizem ser ligada ao ex presidente Lula, obteve licitação de uma rodovia no Haiti por US$ 145 milhões.
Além da OAS, outras empresas ligadas ao governo e a Companhia de Tecidos Norte de Minas (Coteminas) pretende utilizar o país como plataforma de exportação para o USA, aproveitando-se do Tratado de Livre Comércio (TLC) com tarifa zero entre Caribe e EUA para fugir da taxa média de 17% imposta às exportações têxteis brasileiras.
O povo haitiano é um povo que tem conseguido vitórias e independência através de lutas, e o Brasil está lá e tendo até confrontos armados para dominá-los.

Sempre que uma potência estrangeira invadiu o território de outro país, o fez sob diversos argumentos, sempre em nome da "liberdade" do povo invadido, mas nunca pelos motivos reais, que é o domínio econômico e militar.

BRASÍLIA - Sem previsão para deixar o Haiti, o Exército gastou, de abril de 2004 a novembro de 2012, R$ 1,892 bilhão na manutenção da tropa no país arrasado por uma guerra civil e, mais recentemente, por um terremoto.
Em 2004, o governo Lula justificou que a participação na missão de paz da ONU era uma forma de garantir um assento permanente do Brasil no Conselho de Segurança, o que não ocorreu.
Atualmente,Dezembro de 2012, o Brasil mantém 1.910 homens das Forças Armadas na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).
Como tudo o que se faz em qualquer semi colônia do planeta, e em especial onde o oportunismo já venceu todos os limites da picaretagem e da desfaçatez, a "solução" para os migrantes haitianos em grave situação do norte do Brasil será eleitoreira e pró-burguesia, ainda que tudo, mais uma vez, esteja sendo levado a cabo em nome dos pobres. Hugo R C Souza
Agora mesmo a Presidente Dilma perdoou dívidas de alguns países africanos, mais isso porque o país endividado não pode adquirir empréstimos, e com o perdão o Brasil vai financiar obras naquele país, mais adivinha quem vai construir???? empresas brasileiras ligadas ao governo. Dizem as má línguas....

Ads by Revenue Hits