Pesquisar neste blog temas do seu interes

sábado, 8 de novembro de 2014

IMIGRANTES INDO A PÉ

Já se tornou comum encontrar grupos de imigrantes com malas na cabeça indo da fronteira com destino ao abrigo em Rio Branco.
Os que ainda tem dinheiro, pegam o ônibus ou táxi, já os sem dinheiro a solução é irem a pé em uma viagem de mais de 240km até o abrigo.
Sem dinheiro, carregando sua mala e as vezes carregam litros com água, mas devido ao peso,no decorrer da viagem ele abortam os litros, com isso chegam a passarem horas com sede ou bebem qualquer água que encontram as margens da rodovia, como de gapós e pequenos açudes e até em poças de água. Carona nem pensar, no Brasil é proibido andar em sima de carroceria, dentro de veículo as pessoas desconfiadas, não carregam; restando mesmo a pernada. A onda do Ebola, dificulta ainda mais a carona. Não há quem não se compadeça com a situação, ao se deparar com eles. "A determinação em busca de melhores dias, superam as dificuldades". Sou a favor que criem formas de evitar a vinda dos mesmos dessa forma desenfreada, mas já que o nossos governantes querem eles aqui, então que dê as condições desde Assis Brasil e não só de Rio Branco a São Paulo. Diz Vereador Portela

Ads by Revenue Hits