Pesquisar neste blog temas do seu interes

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013


NOVAMENTE TRATOR DE ESTEIRA É LOCALIZADO POR VEREADORES, DESTA VEZ EM TERRITÓRIO BOLIVIANO PRESTANDO SERVIÇO.

Produtores Rurais de Epitaciolândia, fazem denúncia aos Vereadores que Trator de esteiras da Prefeitura estava Abrindo ramal que dá acesso a Bolívia e também fazendo açude em uma propriedade do lado boliviano. Tal ramal entra no KM 15 da Estrada Velha e sai na comunidade Cocamita em Porvenir, distante 30km de Cobija, este ramal, era um varadouro antigo que no verão passa até caminhões, que do lado boliviano existe, até as proximidades da fronteira, o ramal bem feito e que do lado brasileiro estava faltando apenas uns três km em mata e foi feito uma reabertura derrubando algumas árvores, talvez sem as devidas licenças pelos órgãos ambientais.
'Do Mastro Divisório o Trator da Prefeitura continuou reabrindo o ramal no lado boliviano cerca de 500m e depois entrou uns mil metros em campo até chegar em um local para fazer um açude dentro de uma mata, o mesmo não foi
concluído devido à presença dos vereadores que chegaram no local constatando a veracidade da denuncia, tendo os vereadores voltados até um local de acesso telefônico e acionaram a Polícia Federal. Quando agentes da Polícia Federal, Receita Federal, mais os vereadores chegaram no Marco Divisório, a máquina e o tratorista já se encontravam em território brasileiro. Que ao retornar do Marco Divisório para a Estrada Velha, onde tinha ficado o tratorista, o mesmo já tinha se deslocado para a Secretaria de Obras com o seu Secretário, tendo os Agentes da Polícia Federal se deslocado até à Secretaria em busca do depoimento do tratorista, mais o mesmo não foi localizado, apesar da informação que ele teria chegado minutos antes.
Ficando a Polícia Federal de dar continuidade ao ocorrido a posteriori, tendo os vereadores se prontificados a prestarem esclarecimentos sobre o fato ocorrido.
Já os vereadores irão elaborar um relatório e encaminhar às autoridades competentes. Como o Exército Brasileiro, devido ao acesso a Pais estrangeiro; Ao Ministério Público, por Crime de Responsabilidade; A Justiça Eleitoral, por Improbidade Administrativa; Ao IMAC, por suposto Crime Ambiental, além de outras autoridades.

Enquanto isso os produtores rurais continuam sem destocarem suas terras, haja vista que esse trator de esteira sua finalidade é a destoca e que não é a primeira vez que isso acontece, o referido trator é o mesmo que foi localizado por vereadores em oficina de Rio Branco retido por falta de pagamento por mais de dois meses.

Ads by Revenue Hits