Pesquisar neste blog temas do seu interes

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Discurso de posse, Vereador Carlos Portela




Senhor presidente desta casa, demais vereadores, autoridades civis, militares e eclesiásticas, familiares, amigos, funcionários da Câmara e convidados.

É com muita emoção e reconhecimento que inicio minhas palavras com um sincero, OBRIGADO.
OBRIGADO, por ter tido saúde, serenidade e determinação para novamente chegar aqui.
OBRIGADO aos meus amigos e eleitores que me deram a oportunidade de ocupar uma cadeira na Câmara Municipal , pela terceira vez.
A primeira foi quando o município era de Brasiléia.
OBRIGADO, a minha família;
OBRIGADO aos bairros e a todas as Comunidades rurais.

Sinto-me extremamente honrado com o carinho e a credibilidade que
externaram através da livre escolha entre tão valorosos outros  bons
candidatos.
        Quero neste momento esclarecer que, as divergências de
opiniões, são saudáveis em qualquer parlamento. Mas, tenho a convicção de que todos, independentes de partido ou ideologia, vão como eu, trabalhar sempre pelos interesses da nossa sociedade, na busca do desenvolvimento econômico, social, cultural, da justiça social, saúde, do esporte e da educação.

Tenham a confiança de que farei o que estiver ao meu alcance para que
isso aconteça. Sabemos que o equilíbrio de uma administração em prol
do bem comum passa pela soberania de cada poder e a Câmara Municipal deverá dignificar e preservar a sua.
•       Já vereador por DOIS mandatos, aliados a formação ética e a vontade imensa de representar melhor o povo, me tornam preparado
intelectualmente para exercer com imparcialidade o mandato de vereador a mim confiado.
Serei parceiro sim, Legislativo e Executivo, porém independentes.


Quero deixar minha palavra de entusiasmo e desejar muito sucesso, na
continuação desta jornada, ao nosso Prefeito, vice-prefeito,  seus
colaboradores e aos secretários, Afinal, os Senhores terão uma grande
e importante missão pela frente, que vai interferir na vida de cada um
de nós cidadãos Epitaciolandense. Cuidem bem da nossa cidade.


        Como vereador, quero dizer a todos os funcionários que integram o
quadro da Prefeitura Municipal e que me conhecem há bastante tempo,
que todo o trabalho feito até hoje não seria possível sem a
colaboração e o zelo de cada um de vocês, pessoas sérias,
comprometidas com o trabalho e que só honram as suas funções. Tenham certeza, que vocês encontrarão aqui nesta casa o meu apoio  para a conquista de seus direitos e valorização de suas profissões.

Quero neste momento solene, com todo o respeito aos meus colegas,
fazer um agradecimento especial:
- Ao meu amigo Alberto Pinto, doutor Alexandre ao senador boliviano
Roger Pinto, que continua “preso boliviano” na embaixada brasileira em
La Paz. Ao comerciante Amorim de Brasiléia, Gesso Maff, Trajano de Xapuri e principalmente ao meu principal responsável pela minha candidatura que é o comerciante Jair, Zete, seus familiares e funcionários. Essas grandes pessoas não mediram esforços para que hoje eu esteja empossado.
 Em nome deles quero também agradecer a todos aqueles que contribuíram com a minha vitória pedindo voto, como o Galeguinho, Zé Cuca, Zé Lima, Cássio, Barrerito, nego e tantos outros que em silêncio também contribuíram para este dia.

         Neste momento, eu quero lembrar de um pensamento do escritor
 Plínio Salgado:
Se és incapaz de sonhar, nasceste velho; se teus sonhos te impedem de agir segundo a realidade, nasceste inútil; porém se sabes transformar sonhos em realidade, então serás grande em tua Pátria, e tua Pátria será grande em ti”.

Dentro dessa visão, acreditando ter feito a minha parte nesta egrégia
casa quando fui vereador, cumprimento a vitória de todos os eleitos,
rogando a Deus a divina proteção, para que também façam sua parte com coragem e eficiência.

Colegas vereadores:

-    Que sejamos solidários com o planejamento urbano ligado ao
planejamento estratégico, onde possamos habitar – trabalhar –
locomover-se, cultivar o corpo, mente e o espírito.
 Não podemos mais conviver com tantas desigualdades sociais, vamos
diminuir a marginalidade e os viciados com trabalhos dignos.
É preciso ir à busca da nossa identidade e de nossos direitos, já não
é mais aceitável que nossos adolescentes inteligentes, dinâmicos e
criativos fiquem relegados a planos secundários ou totalmente
ignorados nos programas e projetos administrativos dos Municípios.
Vamos devolver o espírito de otimismo e orgulho a nossa gente. Chega
de lamentações e de pessimismo. Estamos iniciando o melhor ano da vida da nossa cidade. A sorte está lançada. Vamos à luta. Nós somos os senhores do nosso próprio destino. Façamos por merecer essa honrosa e histórica tarefa.

Para terminar, deixo aqui as sábias palavras do pintor PABLO PICASSO,
que disse:   “O QUE JÁ FIZ NÃO INTERESSA. SÓ PENSO NO QUE AINDA POSSO
FAZER”. É assim que me sinto hoje, para enfrentar os próximos
desafios..

 Que Deus ilumine a todos nós.

Ads by Revenue Hits